Zelensky pede à ONU que retire poder de veto da Rússia

O presidente ucraniano afirmou que o sistema da ONU, deve ser reformado

zelensky-pede-a-onu-que-retire-poder-de-veto-da-russia
Presidente Volodymyr Zelensky (Crédito: Eduardo Munoz – Pool/Getty Images)

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, pediu às Nações Unidas, nesta terça-feira (5) que retire o poder de veto da Rússia no Conselho de Segurança. Para Zelensky o veto deve ser retirado para que o órgão funcione efetivamente. Durante seu discurso no Conselho de Segurança da ONU, o presidente ucraniano também detalhou o acontecimento em Bucha.

Publicidade

De acordo com a CNN, o presidente da Ucrânia declarou “estamos lidando com um Estado que transforma seu veto no Conselho de Segurança da ONU em um direito à (causar) morte, o que mina toda a arquitetura da segurança global, que deixa o mal permanecer impune e se espalhar pelo mundo, destruindo tudo o que pode funcionar em prol da paz e da segurança”.

O presidente Volodymyr Zelensky, afirmou que Moscou queria transformar a Ucrânia em “escravos silenciosos” e que depois do assassinato de civis em Bucha e tudo o que os russos fizeram, fica difícil alguma negociação. O presidente da Ucrânia também questionou o valor dos 15 membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Segundo a CNN, Zelensky afirmou que o sistema da ONU deve ser reformado. “A Carta das Nações Unidas deve recuperar sua força imediatamente. O sistema da ONU deve ser reformado imediatamente para que o direito de veto não se torne o direito à morte, para que haja uma representação justa de todas as regiões do mundo no Conselho de Segurança. Se vocês não souberem como tomar essa decisão podem fazer o seguinte, retirar a Rússia (do Conselho) para que não eles não possam bloquear decisões sobre sua própria agressão e guerra”.

Conflito Rússia e Ucrânia

No dia 24 e fevereiro, o governo russo invadiu a Ucrânia e bombardeou regiões do país. Após várias ameaças, Vladimir Putin autorizou os ataques por terra, ar e mar. Um dos motivos desta invasão é a aproximação da Ucrânia com o Ocidente.

Publicidade

O presidente da Rússia, Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia entre para OTAN. Além disso, Putin quer aumentar o seu poder de influência na região. A Rússia e a Ucrânia já passaram por outros conflitos. Por mais que hoje, a Ucrânia seja independente, sua relação com a Rússia não é totalmente resolvida.

“Ucrânia: Precisamos de negociações sérias para a paz, baseadas nos princípios da Carta das Nações Unidas.” @antonioguterres o Conselho de Segurança a fazer tudo o que estiver ao seu alcance para acabar com a guerra e mitigar seu impacto.”

*Este texto contém informações retiradas da CNN Brasil.

Publicidade