Fale conosco

O que vc está procurando?

Brasil

Lula se pronuncia pela primeira vez após ter condenações anuladas

Lula fez um pronunciamento nesta quarta-feira (10). Após a anulação das acusações da Lava Jato ele se tornou elegível para disputar a presidência em 2022!

Lula
Lula se pronuncia pela primeira vez após ter condenações anuladas( Crédito: Ricardo Stuckert)

Na manhã desta quarta-feira (10), Luiz Inácio Lula da Silva concedeu a primeira entrevista coletiva após ter condenações anuladas, diretamente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo. O ex-presidente havia marcado a coletiva para terça (9), mas adiou devido ao julgamento do ex-juiz Sergio Moro, responsável por suas condenações na operação Lava Jato.

Na segunda-feira (8), as condenações contra o petista foram anuladas pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF). Com isso, Lula tornou-se elegível disputar a presidência em 2022!

Confira os melhores trechos da coletiva:

Condenação

“Eu sei que fui vítima da maior mentira jurídica contada em 500 anos que história. Eu sei que a minha mulher, Marisa, morreu por causa da pressão e o AVC se agravou (…) Depois de tanta mentira contra mim, pela primeira vez a verdade prevaleceu. Dita não por alguém do PT, mas dita pelos ministros do STF Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e até Carmén Lúcia”

“Tomei a decisão de me entregar porque não seria correto um homem da minha idade, com a história construída com vocês, aparecer na capa dos jornais como fugitivo. Tinha tanta confiança e tanta consciência do que estava acontecendo no Brasil, que tinha certeza que esse dia chegaria, e ele chegou”

“Estou muito de bem com a vida. A Lava-Jato desapareceu da minha vida. Estou satisfeito que tenha sido reconhecido o que meus advogados diziam. Sei que é constrangedor pra quem me acusou parar de acusar”

Crítica ao atual governo

“O sofrimento que o povo brasileiro está passando, o sofrimento que as pessoas pobres estão passando nesse país é infinitamente maior que qualquer crime que cometeram contra mim. É maior do que cada dor que eu sentia quando estava preso na Polícia Federal. Não tem dor maior para um homem ou mulher do que levantar de manhã e não ter certeza de ter um café com um pãozinho com manteiga pra tomar pela manhã”

Forças Armadas

“Quem está precisando de armas são as nossas Forças Armadas. É a nossa polícia, que muitas vezes sai pra rua para combater a violência com um 38 velho enferrujado”

Coronavírus

“”Não sigam nenhuma decisão imbecil do presidente ou do ministro da Saúde. Tomem vacina porque é uma coisa que pode livrar você da Covid-19. Mas, mesmo tomando vacina, não ache que já pode tirar a camisa, ir pro boteco, pedir uma cerveja gelada. Você precisa continuar fazendo o isolamento e utilizando máscara e álcool gel. Pelo amor de Deus, esse vírus, essa noite matou quase duas mil pessoas”

“Na minha época vacinamos 80 milhões em três meses. Cadê o Zé Gotinha? Bolsonaro mandou embora porque achou que era petista. Não me importa de que país, não me importa se é duas ou uma e quero fazer propaganda pro povo brasileiro. Não siga nenhuma decisão imbecil do Presidente da República ou do Ministro da Saúde. Tome vacina. Tome vacina porque a vacina é uma das coisas que pode livrar você do covid. Mas, mesmo tomando vacina, não ache que pode tomar vacina e já tirar a camisa, ir pro boteco pedir uma cerveja gelada e ficar conversando. Não. Precisa continuar fazendo o isolamento e continuar usando máscara e álcool-gel. Pelo amor de Deus”

Eleições 2022

“Tem momento para tudo. Não podemos ficar respondendo à insistência da imprensa de saber se seremos candidato ou não. O que precisamos é colocar nossa gente para andar e conversar com o povo. E depois, vamos discutir o resultado”

Veja também

Brasil

A disputa pela liderança no combate à pandemia faz com que João Doria e Jair Bolsonaro sejam protagonistas de uma baixaria sem precedentes na...

Brasil

O ex-presidente solicitou compartilhamento de vacinas durante entrevista à jornalista Christiane Amanpour, da CNN americana

Brasil

Jornalista comentou ainda o conjunto de propostas que surgem na Câmara e que podem atenuar leis anticorrupção, através de mudanças nas leis

Brasil

POR LILIAN COELHO