Fale conosco

O que vc está procurando?

Educação

Enem 2021: candidatos que estavam com Covid no domingo poderão refazer 1ª prova em janeiro

Pedido deve ser feito entre 29 de novembro e 3 de dezembro, via página do participante. Regra se aplica também a pessoas que estavam com outras doenças contagiosas

Enem 2021 candidatos que estavam com Covid no domingo poderão refazer 1ª prova em janeiro
(Crédito: Canva)

O candidato que se ausentar em um dos dois dias do Enem 2021 por estar com Covid-19, pode pedir a reaplicação do exame e refazer a prova, segundo o INEP na lista abaixo outras doenças infecto respiratórias desde que com comprovação podem refazer a prova também, desde que seja referente somente ao dia em que faltou.

Assim, o aluno que faltou ao primeiro dia de Enem e teve alta médica pode realizar a segunda prova neste domingo (28) e solicitar a reaplicação referente ao primeiro dia e assim refazer a prova.

A solicitação deve ser feita pela página do participante de 29 de novembro a 3 de dezembro. O estudante poderá refazer a prova nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022.

A informação não estava presente no edital do Enem, de 1 de junho, mas foi confirmada em nota pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na terça-feira (23).

Além da Covid-19, são doenças infectocontagiosas que possibilitam refazer a prova: tuberculose, coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola e varicela.

Para que o pedido de reaplicação do candidato seja analisado, é preciso seguir uma série de exigências. Além de obedecer ao prazo de até cinco dias úteis contados após 28 de novembro, é preciso anexar ao pedido um documento legível que comprove a condição, que deve conter:

  • nome completo do participante;
  • diagnóstico com a descrição da condição que motivou a solicitação e/ou o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10);
  • assinatura e identificação do profissional competente, com respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente.

A aprovação ou não do documento vai ser informada na página do participante. Se for aprovado, o candidato garante a sua participação na reaplicação do exame, segundo site oficial do INEP.

Por questão de segurança, será obrigatório o uso de máscara contra Covid-19 durante a permanência no local de aplicação, além de ser recomendado o uso de álcool em gel para higienizar as mãos.

Estudantes que tiveram problemas logísticos independente da Covid-19 para comparecer aos dias da prova também poderão abrir solicitações para participar nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022.

Mais em Perfil

Últimas Notícias