Decisão Partidária

Anthony Garotinho retira candidatura ao governo do Rio de Janeiro

De acordo com a última pesquisa Genial/Quaest, divulgada no último dia 14, Garotinho aparecia com 6%.

Anthony Garotinho retira candidatura ao governo do Rio de Janeiro
O ex-governador do RJ, Anthony Garotinho, já foi preso cinco vezes (Crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (União Brasil) anunciou que não mais vai concorrer ao governo do estado do Rio de Janeiro nas eleições de 2022. O comunicado foi feito por meio de sua assessoria de imprensa nesta terça-feira (19), e a decisão teria sido feita pelo União Brasil.

Publicidade

Até a próxima sexta-feira (22), Garotinho decidirá se vai se candidatar para deputado federal, estadual ou se não concorrerá nas eleições deste ano. Em encontro com integrantes do partido no Rio de Janeiro, ficou decidido que o ex-governador não terá a obrigação de apoiar a campanha de reeleição do atual governador Cláudio Castro (PL), segundo informou a assessoria de Anthony Garotinho.

Os direitos políticos de Garotinho haviam sido cassados em 2018, quando foi condenado por desviar R$ 234 milhões da Secretaria de Saúde do Rio entre 2005 e 2006, mas o Superior Tribunal de Justiça (STJ) reestabeleceu, no último dia 14, os direitos políticos do ex-governador.

De acordo com a última pesquisa Genial/Quaest divulgada também no último dia 14, Garotinho aparecia com 6% na corrida ao governo do estado, empatado com Rodrigo Neves (PDT) e atrás de Cláudio Castro (PL), com 24%, e de Marcelo Freixo (PSB), com 22%.

 

Publicidade