mudanças no STF

Felipe D’Avila defende o fim de decisões monocráticas do STF

D’Avila tem sustentado que cortes em outros países atuam de forma diferente do STF e se disse favorável a uma reforma do Judiciário.

Felipe D'Avila defende o fim de decisões monocráticas do STF
(Crédito: Reprodução/ Twitter)

O candidato à Presidência pelo Novo, Felipe D’Avila, defendeu nesta quarta-feira (31), em suas redes sociais, o fim de decisões monocráticas de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo ele, a mais alta corte do país é um órgão que deveria se manifestar apenas de forma colegiada.

Publicidade

Ele já havia abordado o assunto nesta terça-feira (30), ao repercutir temas que levantou durante entrevistas à mídia. Segundo a agenda oficial do candidato, ele atendeu nos últimos dois dias cinco diferentes veículos.

D’Avila tem sustentado que cortes em outros países atuam de forma diferente do STF e se disse favorável a uma reforma do Judiciário. “É a manifestação de um colegiado. Não o voluntarismo de uma pessoa”, escreveu ontem, classificando de absurdo a existência de decisões monocráticas.

O candidato também abordou em um vídeo, publicado nas redes sociais, qual seria a prioridade de seu governo. “Minha primeira medida como presidente é um plano para a retomada do crescimento econômico, da renda e do emprego. O Brasil precisa voltar a crescer, prosperar. Porque sem crescimento, nós não vamos resolver os problemas sociais”, escreveu.

 

Publicidade