vice-presidente

‘Erro de preenchimento’, aponta Mourão após mudança raça na Justiça Eleitoral

Em 2018, ao concorrer à vice-presidência na chapa de Jair Bolsonaro (PL) , Hamilton Mourão se declarou  indígena ao Tribunal Superior Eleitoral.

erro-de-preenchimento-aponta-mourao-apos-mudanca-raca-na-justica-eleitoral
Hamilton Mourão (Créditos: Getty Images)

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, justificou como “erro de preenchimento” a mudança de raça, de indígena para branco, em seus registros na Justiça Eleitoral.

Publicidade

“Sou descendente de índios sim, e com muito orgulho. Está estampado no meu rosto e na minha pele, independentemente de qualquer formulário burocrático”, disse Mourão na manhã desta quinta-feira (11) por meio do Twitter.

Publicidade

Em 2018, ao concorrer à vice-presidência na chapa de Jair Bolsonaro (PL) , Hamilton Mourão declarou sua raça indígena ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Neste ano, para a candidatura ao Senado pelo Rio Grande do Sul, Mourão se declarou branco. Além disso, ele deixou de usar o “general” antes de seu nome.

Hamilton é nascido em Porto Alegre e declarou R$ 1,14 milhão em patrimônio à Justiça Federal. Mourão declarou pouco mais de 1,1 milhão de reais em bens à Justiça Eleitoral. O patrimônio do general cresceu 176% com relação ao registrado por ele na eleição passada, quando ele disse ter aproximadamente 414.000 reais. Pela disputa do Senado, ele faz parte da coligação entre Republicanos, PL, PROS e Patriota.

 

Publicidade