Fake News

Ministro do STF determina prisão preventiva de influenciador

A Polícia Federal disse no sábado (30), que está analisando os bens, como computador e celular, apreendidos do homem.

Ministro do STF determina prisão preventiva de influenciador
Alexandre Moraes, ministro do STF (Crédito: José Cruz/Agência Brasil)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou a prisão preventiva de Ivan Rejane Pinto, que foi detido na semana passada por divulgar informações falsas a respeito dos ministros do STF e políticos nas redes sociais. 

Publicidade

Segundo as informações divulgadas pela CNN, a Polícia Federal disse no sábado (30), que está analisando os bens, como computador e celular, apreendidos do homem. De acordo com a PF, estes materiais apresentam elementos informativos que demonstram a prática de crimes.

“É possível verificar, em certo grau, a extensão da divulgação do conteúdo criminoso objeto de investigação nestes autos, tendo o investigado criado diversas listas de transmissão de mensagens (nove) e se vangloriado do tamanho de seu canal na rede Kwai (mais de 94 mil seguidores)”, afirmou Moraes.

Para o ministro, a prisão preventiva é a única forma capaz de garantir a ordem pública e a conveniência da instrução criminal, capaz de apontar com maior precisão o nível de atividade da associação criminosa que se investiga. “É importante ressaltar que, somente com a restrição de liberdade foi possível interromper a prática criminosa, pois o investigado, no mesmo dia de sua prisão, divulgou vídeo com novos ataques ao Supremo, no qual debochou da possibilidade de ser preso”, disse Moraes.





Publicidade