DISPUTA ELEITORAL

Moro notifica partidos e candidatos no Paraná após receber pedido de impugnação do PT

Defesa do ex-ministro diz que deputado do PT agiu de má fé e o acusa de crime eleitoral.

O ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil) emitiu uma nota extrajudicial para candidatos e partidos políticos no Paraná para contestar uma pedido de impugnação que sua candidatura recebeu de um deputado do Partido dos Trabalhadores (PT).
Deputado do PT alega que Moro não tem domicílio eleitoral por tempo o bastante no Paraná para concorrer pelo estado. (Créditos: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

O ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil) emitiu uma nota extrajudicial para candidatos e partidos políticos no Paraná para contestar um pedido de impugnação que sua candidatura recebeu de um deputado do Partido dos Trabalhadores (PT). Moro é candidato ao senado pelo estado sulista.

Publicidade

O pedido foi enviado pelo deputado estadual Luiz Henrique Dias (PT). O deputado, conhecido como Luiz do PT, entrou com o pedido de impugnação (contestação) da candidatura de Moro no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná na quarta-feira (10).

Luiz do PT argumentou em seu pedido que Moro não tem seis meses de domicílio eleitoral no Paraná, o que invalidaria sua candidatura. A defesa de Moro alegou que sua candidatura está em plena conformidade com as normas eleitorais.

Moro havia transferido seu domicílio eleitoral para São Paulo no início do ano, mas a transferência foi negada pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) em agosto.

A nota da defesa ainda alega que o pedido se trata de uma ‘manobra política’ e contraria as leis eleitorais. “Ao levantar suspeitas a respeito da candidatura, o partido ou candidato poderá ser enquadrado pela lei eleitoral“, escreve a defesa.

Publicidade

Além do PT, a notificação chegou ao MDB, PDT, PSOL, PSDB e PP. O objetivo é notificar todos os partidos.