datafolha

Nova pesquisa eleitoral mostra empate técnico entre Nunes e Boulos em corrida para São Paulo

O candidato do MDB registrou 24% das intenções de voto, enquanto que seu principal adversário foi a primeira escolha de 23% dos entrevistados

Uma nova pesquisa feita pela agência Datafolha reforçou a incerteza sobre o cenário político em São Paulo. Outrora líder, Guilherme Boulos
Pesquisa abordou diversos cenários – Créditos: Sérgio Lima/Poder 360 e Wilson Dias/Agência Brasil

Uma nova pesquisa feita pela agência Datafolha reforçou a incerteza sobre o cenário político em São Paulo. Outrora líder, Guilherme Boulos, pré-candidato à prefeitura do PSOL, agora vê o atual prefeito, Ricardo Nunes, tomar a frente. Pela similaridade dos números, ambos estão empatados tecnicamente.

Publicidade

O candidato do MDB registrou 24% das intenções de voto, enquanto que seu principal adversário foi a primeira escolha de 23% dos entrevistados. Como medida de comparação, o último levantamento da agência mostrava o cenário exatamente oposto: Boulos com 24% e Nunes com 23%. Na pesquisa atual, foram entrevistadas 1.092 pessoas entre terça-feira (2) e quinta-feira (4).

Cenários eleitorais de São Paulo

Primeiramente, a agência levou em consideração todos os pré-candidatos. Atrás de Nunes e Boulos, figura o apresentador de TV José Luiz Datena (PSDB), com 11%. Em seguida, o coach e influenciador Pablo Marçal (PRTB) angariou 10% dos eleitores entrevistados.

Anteriormente cotada como uma das favoritas a pelo menos chegar no segundo turno, a atual deputada Tabata Amaral (PSB) registrou queda e tem 7% das intenções de voto. Depois de Tabata, vêm Marina Helena (Novo) e Kim Kataguiri (União), com 5% e 3%, respectivamente. Os outros pré-candidatos, Altino Prazeres Junior (PSTU), Fernando Fantauzzi (DC), João Caproni Pimenta (PCO) e Ricardo Senese (PCO), registraram 1% de intenção cada.

10% dos entrevistados afirmaram o desejo de votar em branco, nulo ou em nenhum, enquanto que o número de indecisos acumula 3%.

Publicidade

Outro cenário considerado foi um sem Datena e Kataguiri. Nesta hipótese, Ricardo Nunes cresce para 26%, com Boulos logo atrás, registrando 25%, configurando um novo empate técnico.

Rejeição

No espectro oposto, o pré-candidato mais rejeitado pelos paulistanos é Guilherme Boulos, com 33%. Em seguida, Marçal não seria escolhido por 29% dos entrevistados. Ricardo Nunes está em terceiro, com 24% de rejeição, seguido por Kim Kataguiri, com 22%. Veja as outras porcentagens:

Publicidade
  • João Pimenta (PCO): 18%
  • Altino (PSTU): 17%
  • Tabata Amaral (PSB): 16%
  • Marina Helena (Novo): 12%
  • Fernando Fantauzzi (DC): 12%
  • Ricardo Senese (UP): 10%
  • Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%
  • Rejeita todos/não votaria em nenhum: 4%
  • Não sabem: 5%

Siga a gente no Google Notícias

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber grátis o Menu Executivo Perfil Brasil, com todo conteúdo, análises e a cobertura mais completa.

Grátis em sua caixa de entrada. Pode cancelar quando quiser.