impactos físicos e pricológicos

Toque humano: Saiba mais sobre esta poderosa ferramenta de bem-estar

Pesquisadores avaliaram os efeitos do toque para a saúde de crianças e adultos e observaram os efeitos benéficos desta interação

toque
O poder do toque é avaliado em estudos – Crédito: Canva

Quando falamos de saúde e bem-estar, muitas vezes nos concentramos em dietas e exercícios, esquecendo-se de algo simples, porém poderoso: o toque. Estudos recentes têm demonstrado como o toque humano pode ter efeitos profundos não só emocionalmente, mas também fisicamente.

Publicidade

De acordo com Julian Packheiser e sua equipe do Instituto de Neurociência Cognitiva da Universidade do Ruhr, o toque não é apenas um gesto de afeto, mas uma necessidade biológica que pode influenciar diretamente nossa saúde. Com pesquisadores da Alemanha e Holanda, ele avaliou 130 estudos.Vejamos mais sobre esses efeitos surpreendentes.

Como o toque influencia nossa saúde?

O contato físico, de um simples aperto de mão a um abraço aconchegante, pode desencadear uma série de reações benéficas no corpo. Segundo as pesquisas analisadas pela equipe de Packheiser, o toque pode, por exemplo, reduzir significativamente as dores e melhorar o estado de pessoas com ansiedade ou depressão.

O toque foi extremamente útil para quem sofre de dor, ansiedade ou depressão”, diz  o pesquisador. “Já para doenças cardiovasculares, como pressão alta ou taquicardia, não houve um efeito tão forte. Embora o toque também possa ajudar a reduzir um pouco os sintomas, o efeito foi muito mais fraco e durou menos tempo.”

Por que é tão importante?

As fibras C na nossa pele são ativadas com o contato, levando informações ao cérebro sobre a natureza do toque. Se agradável, este pode liberar dopamina, conhecida como o hormônio da felicidade, melhorando o humor e a sensação de satisfação.

Publicidade

Embora o impacto do toque na saúde cardiovascular, como pressão alta ou taquicardia, seja menos evidente conforme os estudos observaram, não se pode negar que ele ainda contribui para a diminuição de alguns sintomas. Portanto, mesmo que de forma mais modesta, o toque ainda traz benefícios para esses pacientes.

Contato físico em idosos e durante pandemias

Durante o pico de Covid-19, a falta de contato direto levou a um aumento de problemas de saúde mental entre a população global. Este fenômeno, chamado de “fome de pele”, evidencia o quanto esta proximidade é essencial para nosso bem-estar. Em idosos, especialmente aqueles em ambientes isolados como casas de repouso, essa necessidade é ainda mais crítica.

Além do impacto psicológico, o toque terapêutico, como massagens e fisioterapia, foi comprovado como um meio eficaz de acelerar a cura de lesões e aliviar dores crônicas. Tais práticas são essenciais, especialmente em tratamentos de longo prazo.

Publicidade

Em suma, a ciência está apenas começando a entender completamente o vasto espectro de benefícios que o contato humano pode oferecer. Desde promover a saúde física até fortalecer vínculos afetivos e emocionais, o poder do toque é uma área fascinante que merece mais atenção e pesquisa.

* Reportagem publicada originalmente no site Bons Fluidos

Publicidade

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber grátis o Menu Executivo Perfil Brasil, com todo conteúdo, análises e a cobertura mais completa.

Grátis em sua caixa de entrada. Pode cancelar quando quiser.