5G "PURO"

5G é ativado em São Paulo e deve cobrir 25% da área urbana

A faixa de 3,5 GHz, ativada nesta quarta, é a principal “avenida” para a circulação dos dados da nova internet móvel, que comporta o 5G “puro”.

5g-e-ativado-em-sao-paulo-e-deve-cobrir-25-da-area-urbana
A capital paulista possui 1.378 antenas de 5G instaladas (Créditos: Marcello Casal Jr./ Agência Brasil)

Antenas da faixa principal do 5G serão ativadas em São Paulo nesta quinta-feira (04). A capital paulista será a quinta a receber a nova tecnologia no país.

Publicidade

A faixa de 3,5 GHz, ativada nesta quarta, é a principal “avenida” para a circulação dos dados da nova internet móvel, que comporta o 5G “puro”, tecnicamente chamado de “standalone”.  Essa nova geração da internet permite diversos avanços tecnológicos, como a realidade virtual,  carros que dirigem sozinhos, entre outros.

A princípio, a cobertura 5G da área urbana de São Paulo será de 25%,  na previsão do Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa (Gaispi). A capital paulista possui 1.378 antenas de 5G instaladas, enquanto há  4.592 de 4G.

De acordo com dados da GSMA, que representa operadoras móveis em todo o mundo, 70 países ofereciam internet 5G em janeiro deste ano, mas apenas 16 tinham o tipo “standalone”/ SA. Em todo mundo, ainda é predominante o 5G NSA, que tem maior velocidade na navegação, mas ainda não promove a revolução esperada. 

Além de sua cobertura parcial, para utilizar o 5G é necessário ter um celular compatível e, segundo algumas operadoras, é necessária a troca do chip.  O prazo para a conexão estar disponível em todos os municípios brasileiros com mais 30 mil habitantes é só em 2029.

Publicidade