Serviço Reestabelecido

Após ataque hacker, Fast Shop diz que recuperou sua conta no Twitter

Os invasores disseram que o ataque rendeu o acesso à terabytes de informações da empresa, envolvendo informações corporativas e de usuários.

Após ataque hacker, Fast Shop diz que recuperou sua conta no Twitter
Ainda não se sabe quem foi o responsável pelo ataque (Crédito: Reprodução/Fast Shop)

Nesta quarta-feira (22), a Fast Shop sofreu um ataque hacker em suas redes, que impactou o site e também o aplicativo da empresa. A repercussão tomou corpo nessa quinta-feira (23), quando a empresa divulgou um comunicado oficial.

Publicidade

Os invasores chegaram a fazer alguns posts no Twitter da varejista dizendo que estariam dispostos a “negociar” o resgate dos dados atingidos. Esses posts foram apagados por volta das 13h30 desta quinta-feira (23), quando a Fast Shop divulgou um comunicado oficial em seu Twitter dizendo que “não houve evidências de danos aos dados de [seus] clientes”.

Os invasores disseram que o ataque rendeu o acesso à terabytes de informações da empresa, envolvendo informações corporativas e de usuários. No final da mensagem, aconselharam a loja a contatá-los no Telegram e passaram o contato. A mensagem estava escrita em inglês.

A varejista tinha anunciado o fechamento temporário “de todas as lojas até 26/06 e todos os pedidos online adiados até 27/06”, mas também apagou o tweet quando os sistemas já tinham sido reestabelecidos.

 

Publicidade

Segundo a assessoria de imprensa da Fast Shop, os posts dos invasores foram apagados para que os clientes possam apenas receber mensagens oficiais pelos aplicativos e redes sociais da empresa.

 

 

Publicidade