7 de setembro

Bolsonaro participa de desfile do Bicentenário da Independência

Bolsonaro chegou ao local do desfile no Rolls-Royce, veículo presidencial, acompanhado da primeira-dama Michelle Bolsonaro e de crianças.

bolsonaro-participa-de-desfile-do-bicentenario-da-independencia
Local do desfile (Créditos: José Cruz/ Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro participa nesta quarta-feira do desfile de 7 de Setembro, em comemoração ao Bicentenário da Independência do Brasil. Demais autoridades, como o vice-presidente Hamilton Mourão e ministros do governo também participam do evento.

Publicidade

Bolsonaro chegou ao local do desfile no Rolls-Royce, veículo presidencial, acompanhado da primeira-dama Michelle Bolsonaro e de crianças. Depois, o presidente caminhou pela avenida do evento e cumprimentou o público presente.

Em 2020 e em 2021, a celebração da Independência foi feita em uma pequena cerimônia no Palácio da Alvorada, devido a pandemia da Covid-19. Dessa forma, este é o segundo desfile na Esplanada dos Ministérios que Bolsonaro participa desde que tomou posse em 2019.

De acordo com  o Ministério da Defesa, o desfile conta com cerca de 3,1 mil militares. Além disso, tambpem participam veteranos da Força Expecionária Brasileira (FEB), integrantes do Programa Força no Esporte (Profesp),  ex-integrantes das Forças de Paz e alunos das escolas do Governo do Distrito Federal e a Esquadrilha da Fumaça, da Força Aérea Brasileira (FAB).

Rodrigo Pacheco, presidente do Senado Federal; Arthur Lira, da Câmara dos Deputados; e Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), foram convidados para participar da cerimônia, mas não compareceram. Pacheco afirmou em uma rede social que as comemorações do 7 de Setembro “precisam ser pacíficas, respeitosas e celebrar o amor à pátria, à democracia e o Estado de Direito”.

Publicidade

Participaram do evento os presidentes de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa; Cabo Verde, José Maria Neves; Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló; o secretário-executivo da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), Zacarias Albano da Costa; e o ministro da Presidência da República de Moçambique para Assuntos da Casa Civil, Constantino Alberto Bacela. O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), também estava no local.