CARIOCA CONGELADO

Frente fria chega ao Rio, e cidade entra em estágio de mobilização

A ventania chega a 88,2 km/h no Forte de Copacabana, zona sul da cidade, velocidade capaz de derrubar árvores.

Há risco de ocorrências de alto impacto na região, mas sem impactos de grande proporção na rotina da cidade. (Créditos: Tânia Rego/Agência Brasil)

A frente fria chegou à cidade do Rio de Janeiro e, segundo o Alerta Rio, sistema que avisa sobre chuvas intensas e possibilidade de deslizamentos em encostas do município, núcleos de chuva se formaram sobre o município. Às 6h20 desta sexta-feira (19), a cidade entrou em estágio de mobilização por causa das condições do tempo.

Publicidade

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), foram registradas rajadas de ventos fortes (com intensidade entre 52 km/h e 76 km/h) durante a manhã e a tarde. A ventania chegou a 88,2 km/h no Forte de Copacabana, zona sul da cidade, no período da manhã. A velocidade é considerada muito forte pelo Alerta Rio quando os ventos passam de 76 km/h e podem derrubar árvores e causar danos em residências.

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio (COR) explica que há cinco níveis de estágios operacionais, que servem para sinalizar a gravidade de acontecimentos e orientar a população sobre como agir em situações de emergência. Os níveis são de normalidade, mobilização, atenção, alerta e crise.

O estágio de mobilização é o segundo na escala e significa que há risco de ocorrências de alto impacto na região. Nesse estágio, ainda não há impactos de grande proporção na rotina da cidade, mas as pessoas precisam se manter informada. De acordo com o COR, há possibilidade de mudança de estágio devido à chuva ou a outros fatores.

O tempo permanecerá instável durante todo o fim de semana, com o céu nublado e previsão de chuvas isoladas a qualquer momento.

Publicidade

A Marinha do Brasil emitiu alerta de ressaca no mar, com ondas que podem chegar até 3 metros de altura.