Linha 11-Coral da CPTM opera com velocidade reduzida

A falha se deu após a terra ceder e provocar o rompimento de uma galeria pluvial, que fica sob os trilhos

linha-11-cora-da-cptm-opera-com-velocidade-reduzida
Lotação em estação de trem em São Paulo (Créditos: Mario Tama/Getty Images)

A linha 11-Coral da CPTM, que opera em São Paulo, está há quase 24 horas funcionando com uma via. Além disso, anda com velocidade reduzida entre as estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera.

Publicidade

A falha se deu após a terra ceder e provocar o rompimento de uma galeria pluvial, que fica sob os trilhos. O acidente ocorreu a partir das chuvas fortes do último domingo (6) na capital paulista.

De acordo com o portal G1, a Prefeitura de São Paulo informou que a equipe de Infraestrutura Urbana e Obras estão fazendo os reparos emergenciais necessários, mas que ainda não há prazo para o fim de obra, que de fato se trata de uma situação de emergência. Com isso, passageiros enfrentam plataformas e vagões lotados, causando aglomeração em meio a pandemia de Covid-19.

Uma das alternativas para os passageiros é utilizar a Linha 3-Vermelha do metrô, que também atende o trecho paralisado. Ainda que haja essa alternativa, a rotina dos passageiros, sobretudo que se locomovem até seus locais de trabalho, é prejudicada.

Nas redes socais, muitos passageiros demonstram seu descontentamento com a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Além disso, muitos compartilham suas experiências, com fotos e vídeos das aglomerações causadas nas diversas estações da linha afetada.

Publicidade