caso de assédio

MPRJ denuncia homem por importunação sexual a repórter

O caso ocorreu nos arredores do Maracanã, em 7 de setembro, antes da partida entre Flamengo e Vélez.

mprj-denuncia-homem-por-importunacao-sexual-de-reporter
Torcedor do Flamengo beija jornalista durante ao vivo (Crédito: Reprodução/ Twitter)

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou por importunação sexual o torcedor que beijou o rosto de uma repórter, sem autorização, durante uma transmissão ao vivo. O caso ocorreu nos arredores do Maracanã, em 7 de setembro, antes da partida entre Flamengo e Vélez.

Publicidade

De acordo com a denúncia, oferecida pela promotora de Justiça Glícia Pessanha Carvalho Viana, Marcelo Benevides gritava e proferia xingamentos, enquanto a jornalista se preparava para entrar na transmissão ao vivo.

A jornalista pediu para ele se acalmar. Então, ele se aproximou dela, pediu desculpas, colocou a mão em seu ombro, a deslizou até o braço e deu um beijo no ombro da vítima, que conseguiu desviar. Em seguida, enquanto ela falava ao vivo, Marcelo beijou seu rosto, sem sua permissão.

Na sequência, ele tentou fugir, mas foi segurado pelo câmera e pelo assistente de câmera, até a chegada da polícia. Marcelo ficou preso por um dia e está solto provisoriamente.

Em sua rede social, a jornalista, Jéssica Dias se manifestou sobre o ocorrido. “Eu sofri importunação sexual enquanto trabalhava e isso é crime. Eu não queria beijo, não queria carinho, não queria passar 3h em uma delegacia. Eu só queria trabalhar”, lamentou.

Publicidade