Pires desiste de assumir comando da Petrobras

Pires comunicou sua decisão, após Rodolfo Landim, também desistir de assumir a presidência do conselho de administração

Pires desiste de assumir comando da Petrobras
Adriano pires (Crédito: Geraldo Magela / Agência Senado)

O economista Adriano Pires, disse ao governo que desistiu de assumir o comando da Petrobras. Pires que havia sido indicado para presidente da Petrobras, informou o governo sobre sua decisão nesta segunda-feira (04), após Rodolfo Landim também desistir de assumir a presidência do conselho de administração.

Publicidade

De acordo com o G1, Pires avisou ao Planalto que não queria ser submetido a desgastes e ataques no comando da Petrobras. A escolha de Pires teria sido feita pelo centrão que queria uma presidência da estatal com melhor comunicação no ano eleitoral. Defensores de Pires disseram que o Planalto não tinha um plano B.

Quando Pires havia sido indicado, o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União, pediu uma investigação sobre a indicação para que fosse verificado eventual conflito de interesses, por ele atuar na rede privada. Até o momento ainda não foi definido quem irá substituir Silva e Luna no comando da Petrobras.

A Petrobras, empresa que Adriano Pires assumiria a presidência, compartilhou no Twitter como é estar inserida no cenário mundial.

*Este texto contém informações retiradas do portal G1.

Publicidade