Pedido de R$ 1.508 em comida árabe

Por suspeita de regalias, ex-governador do RJ, Sergio Cabral pode mudar de presídio

Vistoria da Vara de Execuções Penais encontrou celulares, R$ 4.000 em dinheiro, anabolizantes e lista de banquetes.

(crédito: Reprodução/TV Globo)

O ex-governador do RJ, Sergio Cabral, pode ser transferido para um presídio de segurança máxima. Isso por suspeitas de regalias no Batalhão Especial Prisional da PM em Niterói, onde ele está detido. Foi o que revelou reportagem do ‘Fantástico’ desse domingo (1º).

Publicidade

Imagens obtidas pelo programa mostram as irregularidades como:  celulares, anabolizantes, cigarros eletrônicos e listas de encomendas a restaurantes considerados refinados. Alguns dos itens estavam escondidos em compartimentos secretos.

No dia 27 de abril, por exemplo, o ex-governador do Rio teria usado um aplicativo de entregas para fazer um pedido de comida árabe no valor de R$ 1.508. O pedido foi registrado em um caderno, que foi encontrado por agentes da Vara de Execuções Penais.

De acordo com a TV Globo, ao chegar ao presídio, a equipe de vistorias  flagrou um detento recebendo uma sacola indo na direção de uma área externa onde Cabral se encontrava. Dentro da sacola, foram encontrados dois aparelhos celulares, R$ 4 mil em dinheiro e cigarros de maconha.

Cabral foi  preso na Operação Lava Jato por crimes como corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Publicidade

Resposta

Em nota, a defesa de Cabral alegou que não foi encontrada qualquer irregularidade na cela dele e que os objetos encontrados estavam em áreas comuns, sem qualquer relação com o ex-governador.

 

Publicidade