processo eleitoral

Testes nas urnas demonstram ‘maturidade’ do sistema eleitoral, diz TPS

No documento entregue ao ministro Edson Fachin, a comissão avaliadora diz que o TPS garantiu mais “segurança” para as eleições.

testes-nas-urnas-demonstram-maturidade-do-sistema-eleitoral-diz-tps
Nova urna eletrônica (Crédito: Abdias Pinheiro/SECOM/TSE)

A Comissão Avaliadora do TPS (Teste Público de Segurança) afirmou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) nesta segunda-feira (30) que os resultados dos testes nas urnas eletrônicas demonstram a “maturidade” do sistema eleitoral.

Publicidade

O TPS é um evento realizado pelo TSE para identificar e corrigir eventuais vulnerabilidades nas urnas por meio de ataques simulados. A última etapa do programa foi concluída no dia 13 sem identificar falhas capazes de alterar o resultado das eleições ou violar o sigilo do voto.

No documento entregue ao presidente do TSE, ministro Edson Fachin, a comissão avaliadora diz que o TPS garantiu mais “segurança” para as eleições. ‘‘Observa-se ao longo dos eventos do TPS, realizados de 2009 até o momento, que os resultados apresentados demonstram a maturidade dos sistemas eleitorais”, diz trecho do relatório final.

Além dos resultados, o relatório final da comissão traz sugestões ao TSE para as eleições. Uma das ideias sugere à Corte que ela abra um canal de divulgação dos boletins de urna, até então impressos nas seções eleitorais após a votação.

“Não se vê aumento de risco ao processo eleitoral com essa abertura, já que são itens públicos disponíveis de forma impressa nas seções eleitorais após sua apuração. Porém é necessário dar ampla divulgação ao público em geral de que ele é um item aberto para que todos os cidadãos possam acompanhar o processo eleitoral”, disse a comissão.

Publicidade

O TSE já anunciou que passará a disponibilizar o boletim de urna na internet, de forma inédita, logo após o fechamento das eleições, que ocorre às 17h. A medida permitirá que o cidadão possa fazer uma totalização de votos em tempo real.