Putin nomeia novo comandante militar para a guerra na Ucrânia

O novo designado é o general Alexander Dvornikov, que também foi o primeiro comandante das operações militares da Rússia na Síria

putin-nomeia-novo-comandante-militar-para-a-guerra-na-ucrania
O presidente da Rússia, Vladmir Putin (Crédito: Sean Gallup/Getty Images)

O presidente russo Vladimir Putin nomeou um novo comandante para coordenar a guerra na Ucrânia. O novo designado é o general Alexander Dvornikov, informou a emissora britânica BBC no sábado (9).

Publicidade

Dvornikov tem 60 anos e foi o primeiro comandante das operações militares da Rússia na Síria, depois de Putin ter enviado tropas ao país em setembro de 2015 para apoiar o governo do presidente Bashar al-Assad. Durante o comando de Dvornikov na Síria, aviões russos apoiaram o regime de Assad e os seus aliados ao cercar Aleppo oriental.

Um integrante do governo russo disse a BBC que Dvornikov “tem grande experiência em comando e fará com que as operações na Ucrânia melhorem”. Segundo analistas do conflito, a separação dos comandos da invasão russa foi um dos fatores que comprometeu a agilidade da operação no país vizinho.

Ainda segundo a fonte da emissora britânica essas mudanças no comando também foram provocadas pelo fato de nenhuma grande cidade ucraniana ter sido amplamente controlada por Moscou até o momento. Por isso, a Rússia anunciou que cessaria os ataques nas grandes cidades para focar seus esforços nas áreas separatistas do Donbass e no sul do país.

Tradução do post do jornal The Kyiv Independent no Twitter: De acordo com uma autoridade ocidental não identificada, o general Alexander Dvornikov, que tem experiência na Síria, liderará o exército em meio ao desejo do Kremlin de alcançar “algum tipo de sucesso” antes de 9 de maio, quando o país comemora a vitória na Segunda Guerra Mundial.”

Publicidade

<blockquote class=”twitter-tweet”><p lang=”en” dir=”ltr”>⚡️ BBC: Russia changes its military command.<br><br>According to an unnamed Western official, Gen. Alexander Dvornikov, who has experience in Syria, will lead the army amid Kremlin&#39;s desire to reach “some kind of success” before May 9, when the country celebrates the victory in WWII. <a href=”https://t.co/O78htRBBgp”>pic.twitter.com/O78htRBBgp</a></p>&mdash; The Kyiv Independent (@KyivIndependent) <a href=”https://twitter.com/KyivIndependent/status/1512544311149309958?ref_src=twsrc%5Etfw”>April 8, 2022</a></blockquote> <script async src=”https://platform.twitter.com/widgets.js” charset=”utf-8″></script>

 

 

Publicidade