Rússia aponta sabotadores ucranianos pelo ataque à usina nuclear

Segundo porta-voz russo, a usina operava normalmente sob o controle de tropas russas desde o dia 28/02

russia-aponta-sabotadores-ucranianos-pelo-ataque-a-usina-nuclear
Vladimir Putin, presidente da Rússia (Créditos: Adam Berry/Getty Images)

O porta-voz Igor Konashenkov afirmou que o ataque à usina nuclear foi uma “provocação monstruosa” de sabotadores ucranianos. Segundo ele, a usina operava normalmente sob o controle de tropas russas desde o dia 28/02.

Publicidade

“Ontem à noite, em um local adjacente à usina, foi feita uma provocação monstruosa pelo regime nacionalista de Kiev”, afirmou Igor. De acordo com o portal G1, ele diz que as tropas russas respondiam a um ataque ucraniano, quando então, o grupo de sabotadores ucranianos, colocou fogo no prédio de treinamento.

Já a Ucrânia é contrária a essa versão. As autoridades do país alegaram que as forças russas atacaram, a usina nuclear nesta sexta-feira (4), durante a madrugada, ao atearem fogo em um prédio de treinamento, do lado de fora da usina.

Entenda o conflito

Desde a quinta-feira (24), Vladimir Putin deu início ao conflito contra a Ucrânia ao bombardear regiões do país. A invasão contou com domínios por terra, mar e ar, após autorização do presidente russo.

Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia faça parte da OTAN, uma aliança criada pelos Estados Unidos. O presidente não deseja que uma base inimiga seja estabelecida próxima a seu território, uma vez que a Ucrânia faz fronteira com a Rússia. Esse foi um dos estopins para que Putin iniciasse os ataques.

Publicidade