Ana Marcela Cunha é penta do circuito mundial de maratonas aquáticas

Ana Marcela somou 700 pontos com o segundo lugar, atingindo os mesmos 2.300 pontos da francesa Oceane Cassignol, que chegou à etapa como líder do circuito, mas terminou a disputa desta quinta em sexto e teve que dividir o título com a brasileira

Ana Marcela Cunha é penta do circuito mundial de maratonas aquáticas
(Agência Brasil)

Medalhista de ouro na Olimpíada de Tóquio (Japão), Ana Marcela Cunha se sagrou campeã do circuito mundial de maratonas aquáticas pela quinta vez. Nesta quinta-feira (16), a baiana terminou a etapa de Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos) – a quarta e última da temporada – na segunda colocação, resultado suficiente para assegurar o título.           Ver essa foto no Instagram                      

Publicidade

Uma publicação compartilhada por Ana Marcela Cunha OLY (@anamarcela92)

Ana Marcela somou 700 pontos com o segundo lugar, atingindo os mesmos 2.300 pontos da francesa Oceane Cassignol, que chegou à etapa como líder do circuito, mas terminou a disputa desta quinta em sexto e teve que dividir o título com a brasileira, que esteve em apenas três das quatro provas da temporada, com vitórias em Doha (Catar) e Eliat (Israel). Ela só não competiu em Ohrid (Macedônia do Norte).

A baiana completou os dez quilômetros de Abu Dhabi em 1h58min19s30, a dois segundos e meio da alemã Leonie Beck. A holandesa Sharon Van Rouwendaal completou o pódio nos Emirados Árabes, quase três segundos atrás da pentacampeã do circuito mundial. A também brasileira Viviane Jungblut, que disputou a primeira etapa dela na temporada, foi a 24ª, finalizando a maratona em 2h01min03s70.

ELA… SEMPRE ELA!

Publicidade

???? Campeã Olímpica
???? Campeã do Circuito Mundial
???? Campeã Espanhola
???? Campeã Portuguesa
???? Melhor Atleta de Maratonas do Brasil

Isso só em 2021….

RAINHA NÉ, MORES?

Publicidade

Veja tudo aqui: https://t.co/qVtMHyQD1F

Foto: @Fina1908#AbuDhabi2021 #AguasAbertas pic.twitter.com/r4HYpws4Tp

— CBDA (@CBDAoficial) December 16, 2021

Publicidade

Na disputa masculina, o melhor brasileiro foi Allan do Carmo, que terminou a prova na 33ª posição com tempo de 1h51min06s90. Diogo Villarinho ficou em 41º (1h51min22s60) e Bruce Hanson em 50º (1h55min31s90). O vencedor foi o alemão Florian Wellbrock, seguido pelo italiano Domenico Acerenza e o húngaro Kristof Rasovsky, que foi o campeão do circuito mundial entre os homens.

(Agência Brasil)

Publicidade