7 Maiores Economias

Alberto Fernández é o único líder da América Latina a ser convidado para reunião do G7

O Brasil, pelo terceiro ano consecutivo, não é convidado para participar da reunião.

Alberto Fernández é o único líder da América Latina a ser convidado para reunião do G7
O G7 já foi G8 antes da suspensão da Rússia do bloco, que ocorreu em 2014 devido a anexação da Crimeia (Crédito: Tomas Cuesta/Getty Images)

Nesta quarta-feira (1º), o chanceler alemão, Olaf Scholz, oficializou o convite que fez para o presidente argentino, Alberto Fernández, para participar da próxima cúpula do G7, que acontece no fim de junho na Baviera. Fernández será o único líder da América Latina presente no evento.

Publicidade

O Brasil, pelo terceiro ano consecutivo, não é convidado para participar da reunião. O presidente Jair Bolsonaro (PL), caso não seja reeleito, pode deixar o cargo sem nunca ter participado de um encontro do G7.

O Parlamento alemão, o Bundestag, oficializou o convite para a Argentina nesta semana, porém o convite já havia sido feito há cerca de um mês por porta-vozes do governo da Alemanha. África do Sul, Índia, Indonésia e Senegal também foram convidados para a reunião deste ano.

O país sede que abriga a cúpula, neste caso a Alemanha, é quem escolhe os países que serão convidados para participar, e não existe um critério claro para isso. Há cerca de três semanas Alberto Fernández visitou Berlim, onde se encontrou com Olaf Scholz. Discutiram assuntos como o acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul e a guerra na Ucrânia.

Publicidade