Pela Paz da Comemoração

Berlim proíbe símbolos ucranianos em ato do Dia da Vitória

Em resposta, o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, disse que “Berlim cometeu um erro”.

Berlim proíbe símbolos ucranianos em ato do Dia da Vitória
O episódio pode gerar um mal-estar diplomático entre os dois países (Crédito: Alexey Furman/Getty Images)

Nesse domingo (8), durante ato comemorativo do Dia da Vitória em Berlim, a polícia alemã retirou símbolos ucranianos da manifestação. Bandeiras e faixas com símbolos ucranianos e russos foram banidas do evento, inclusive a bandeira nacional dos países.

Publicidade

O Dia da Vitória é comemorado por vários países em lembrança da vitória sobre o nazismo.

“Para manter a comemoração pacífica e digna em primeiro plano, nossos colegas garantiram que uma bandeira ucraniana de aproximadamente 25 metros de comprimento fosse enrolada”, declarou a polícia de Berlim no Twitter.

Em resposta, o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, disse que “Berlim cometeu um erro” ao banir símbolos ucranianos das comemorações, e que a retirada da bandeira “é um ataque a todos aqueles que agora defendem a Europa e a Alemanha da agressão russa”.

Na Rússia, as comemorações foram grandiosas e contaram com desfiles bélicos e com um discurso de 11 minutos do presidente Vladimir Putin.

Publicidade