A Portas Fechadas

Cardeais fazem encontro com Papa e reunião é vista como pré-renúncia de Francisco

No último sábado (27), o papa empossou 20 novos cardeais.

Cardeais fazem encontro com Papa e reunião é vista como pré-renúncia de Francisco
Evento de posse dos cardeais no último sábado (27) (Crédito: Antonio Masiello/Getty Images)

Entre esta segunda (29) e esta terça-feira (30), um grupo formado por cardeais do Colégio cardinalício está em uma reunião com o papa Francisco a portas fechadas no Vaticano. Segundo o menor país do mundo, a reunião foi convocada para aprofundar os conhecimentos dos membros do Colégio na Constituição apostólica.

Publicidade

Porém, o movimento que foi organizado na semana passada é visto como um processo do papa para renunciar ao cargo. Em uma entrevista concedida no Canadá, quando viajou no fim de julho, o papa Francisco não descartou a renúncia:

“Mudar de papa não seria uma catástrofe. Não pensei nesta possibilidade, mas isto não quer dizer que depois de amanhã não vou pensar. A porta está aberta.”

No último sábado (27), o papa empossou 20 novos cardeais. Destes, 16 possuem idade para votar em um conclave. O evento aconteceu na Basílica de São Pedro e contemplou dois nomes brasileiros na seleta lista de cardeais: Dom Leonardo Steiner, arcebispo de Manaus e Dom Paulo Cezar Costa, arcebispo de Brasília.

 

Publicidade