UE vs. Rússia

Chanceler alemão pede para UE ajudar pessoas que estão ‘fugindo’ da Rússia; “Pensem nos dissidentes”

Debate sobre possível banimento do passaporte russo na União Europeia tem tomado o campo político do continente.

Chanceler alemão pede para UE ajudar pessoas que estão 'fugindo' da Rússia; Pensem nos dissidentes
Scholz lembrou políticos e jornalistas russos já tiveram que deixar o país por discordarem da invasão promovida pelo Kremlin (Créditos: Clemens Bilan – Pool/Getty Images)

Olaf Scholz, chanceler alemão, foi nesta segunda-feira (15) ao Conselho Nórdico de Ministros (ocorrido na Noruega) defender políticas mais brandas em relação a turistas e imigrantes da Rússia na Europa.

Publicidade

A primeira-ministra da Finlândia, Sanna Marin, havia defendido recentemente que turistas russos fossem banidos da União Europeia para aumentar as sanções e pressões sobre o país diante da guerra na Ucrânia.

O que é importante para nós é que entendemos que muitas pessoas estão fugindo da Rússia porque discordam do regime russo“, disse o Chanceler alemão.

A Rússia vive hoje uma onda de emigração em decorrência da postura de Vladimir Putin de perseguir críticos da ação militar na Ucrânia. Estima-se um número entre 200 mil e 300 mil russos pedindo asilo político em outros países.

O movimento está sendo puxado por jornalistas e políticos militantes, incluindo membros do partido comunista, que estão deixando o país por medo de serem perseguidos futuramente por suas críticas a Putin.

Publicidade

O chanceler alemão tentou lembrar seus colegas destas pessoas que enfrentam essa situação na Rússia em sua fala na reunião.

Todas as decisões que tomamos não devem tornar mais complicado deixar o país, para fugir da liderança e da ditadura na Rússia“, disse.

Publicidade