reflexos do conflito

Diplomata russo deixa o cargo na ONU devido à guerra na Ucrânia

O diretor-executivo da UN Watch, Hillel Neuer, disse que outros diplomatas deveriam renunciar o cargo.

diplomata-russo-deixa-o-cargo-na-onu-por-guerra-na-ucrania
Organização das Nações Unidas (Crédito: Johannes Simon/Getty Images)

O diplomata russo Boris Bondarev deixou o cargo, nesta segunda-feira (23), na Organização das Nações Unidas (ONU) de acordo com informações de um relatório da UN Watch, agência não-governamental independente de direitos humanos. O motivo teria sido a guerra na Ucrânia.

Publicidade

Segundo Bondarev, a guerra na Ucrânia provocada pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin é um crime com os ucranianos e contra toda população de seu país. De acordo com a CNN, o diplomata russo afirmou que, em sua opinião, os responsáveis pela guerra querem permanecer para sempre no poder. “Querem apenas uma coisa: permanecer no poder para sempre, viver em palácios pomposos e de mau gosto, navegar em iates comparáveis ​​em tonelagem e custo a toda a Marinha russa, desfrutando de poder ilimitado e total impunidade”.

O diretor-executivo da UN Watch, Hillel Neuer, disse que Bondarev é um herói. Além disso, ele mencionou que todos os outros diplomatas russos devem renunciar e que os Estados Unidos, o Reino Unido e a União Europeia devem encorajar os diplomatas a largarem o cargo por meio de um programa que ofereça proteção e segurança para suas famílias.

Conflito Rússia e Ucrânia

No dia 24 e fevereiro, o governo russo invadiu a Ucrânia e bombardeou regiões do país. Após várias ameaças, Vladimir Putin autorizou os ataques por terra, ar e mar. Um dos motivos desta invasão é a aproximação da Ucrânia com o Ocidente.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia entre para OTAN. Além disso, Putin quer aumentar o seu poder de influência na região. A Rússia e a Ucrânia já passaram por outros conflitos. Por mais que hoje, a Ucrânia seja independente, sua relação com a Rússia não é totalmente resolvida.

Publicidade

“Boris Bondarev, diplomata da Rússia na ONU Genebra, renuncia em sinal de protesto contra a guerra da Rússia contra a Ucrânia. Sua declaração.”