longa sentença

Promotores dos EUA pedem 15 anos de prisão a invasor do Capitólio

Até então, a pena mais longa definida entre os mais de 200 réus da invasão é de 5 anos e 3 meses, de Robert Palmer.

promotores-dos-eua-pedem-15-anos-de-prisao-a-invasor-do-capitolio
Invasão do Capitólio em janeiro de 2021 (Créditos: Divulgação/ Tyrer Merbler)

Promotores federais dos Estados Unidos (EUA) recomendaram uma pena de 15 anos de prisão para um dos manifestantes que invadiu o Capitólio em janeiro deste ano. Entre os reús do caso, até o momento esta é a sentença mais longa prevista.

Publicidade

De acordo com um documento, publicado nesta sexta-feira (15), pelo Tribunal Distrital da Columbia nos Estados Unidos, Gus Wesley Reffitt, participou da invasão com uma arma e que faz parte de um grupo de milícia, chamado Texas Three Percenters, tendo papel central no ataque.

Até então, a pena mais longa definida entre os mais de 200 réus da invasão é de 5 anos e 3 meses, de Robert Palmer. O homem se declarou culpado por ataques a policiais durante o motim. A previsão é de que Gus Wesley Reffitt receba sua sentença em 1º de agosto.

O advogado de defesa de Reffitt, Clinton Broden, considerou a recomendação da corte “absolutamente absurda”. O defensor pede que seja definida uma sentença de não mais de dois anos de prisão, alegando que Reffitt não foi acusado de entrar no Capitólio ou agredir policiais no dia da invasão.

O caso, que ocorreu em janeiro de 2021, foi o pior atentado ao Capitólio desde 1814, quando o local foi incendiado por uma invasão britânica. Apoiadores do ex-presidente Donald Trump invadiram o Congresso dos Estados Unidos durante o procedimento de certificação da vitória de Joe Biden, atual presidente do país.

Publicidade