Conflito Rússia X Ucrânia

“Vai piorar muito para Rússia”, diz ex-coronel que furou censura de TV estatal russa

No programa de entrevistas “60 Minutes”, no canal estatal Russia-1, Khodaryonok disse que os espectadores não devem engolir informações tranquilizantes. 

vai-piorar-muito-para-russia-diz-ex-coronel-que-furou-censura-de-tv-estatal-russa
A invasão russa na Ucrânia acontece desde o dia 24 de fevereiro (Crédito Brendan Hoffman/Getty Images)

O ex-coronel Mikhail Khodaryonok, conhecido como um analista militar da Rússia, quebrou a censura da TV estatal russa, nessa segunda-feira (16), quando disse que a guerra contra a Ucrânia vai piorar muito a situação no país. Por meio de comentários, Khodaryonok fez uma avaliação sobre o que é uma “operação militar” para o presidente Vladimir Putin.

Publicidade

No programa de entrevistas “60 Minutes”, no canal estatal Russia-1, Khodaryonok disse que os espectadores não devem engolir informações tranquilizantesPara o analista, a situação pode piorar e a Ucrânia é capaz de mobilizar um milhão de homens armados. A Rússia possui um vasto armamento, mas o país se saiu mal em algumas batalhas.

A invasão russa trouxe algumas consequências como a unidade incomum dos aliados europeus dos Estados Unidos e as propostas da Suécia e da Finlândia para se juntar à OTAN. Khodaryonok disse que a Rússia precisa enxergar a realidade e que eles precisam sair dessa situação, pois praticamente o mundo inteiro está contra eles. “O principal em nosso negócio é ter um senso de realismo político-militar: se você for além disso, então a realidade da história vai bater tão forte que você não vai saber o que te atingiu”. 

“Em um momento extremamente raro de franqueza na TV estatal russa, o colunista de defesa Mikhail Khodaryonok fez uma avaliação condenatória da guerra da Rússia na Ucrânia e do isolamento internacional de seu país.”

Conflito Rússia e Ucrânia

No dia 24 e fevereiro, o governo russo invadiu a Ucrânia e bombardeou regiões do país. Após várias ameaças, Vladimir Putin autorizou os ataques por terra, ar e mar. Um dos motivos desta invasão é a aproximação da Ucrânia com o Ocidente.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia entre para OTAN. Além disso, Putin quer aumentar o seu poder de influência na região. A Rússia e a Ucrânia já passaram por outros conflitos. Por mais que hoje, a Ucrânia seja independente, sua relação com a Rússia não é totalmente resolvida.

Publicidade