Conflito Rússia X Ucrânia

Vaticano oferece ajuda em negociação entre Rússia e Ucrânia

O arcebispo Paul lamentou tentativas anteriores de negociações e disse sofrer com tamanha violência.

vaticano-oferece-ajuda-em-negociacao-entre-russia-e-ucrania
Vaticano (Crédito: Antonio Masiello/Getty Images)

O Vaticano se dispôs a ajudar nas negociações entre a Rússia e a Ucrânia. O arcebispo Paul, ministro das Relações Exteriores da Cidade do Vaticano, disse ao lado do ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, que os entendimentos são “um caminho justo para uma resolução justa e permanente” para a guerra na Ucrânia, segundo informações da CNN.

Publicidade

O arcebispo lamentou tentativas anteriores de negociações e disse sofrer com tamanha violência. Além disso, ele falou sobre uma visita que faria a Kiev, a convite de Kuleba, mas que devido a problemas de saúde e à pandemia da Covid-19, ainda não foi possível. “Asseguro-lhes que, tanto o Santo Padre como seus colaboradores mais próximos, inclusive eu, sofrem muito com as muitas mortes, violências de todo tipo, a devastação das cidades e das infraestruturas, a separação de tantas famílias e os milhões de deslocados e refugiados”.

O Vaticano já havia dito que está disposto a fazer tudo o que for possível para um cessar-fogo e para que a guerra na Ucrânia chegue ao fim. O Papa Francisco fez diversas vezes apelos de paz.

Conflito Rússia x Ucrânia

No dia 24 e fevereiro, o governo russo invadiu a Ucrânia e bombardeou regiões do país. Após várias ameaças, Vladimir Putin autorizou os ataques por terra, ar e mar. Um dos motivos desta invasão é a aproximação da Ucrânia com o Ocidente.

Publicidade

O presidente da Rússia não aceita que a Ucrânia entre para OTAN. Além disso, Putin quer aumentar o seu poder de influência na região. A Rússia e a Ucrânia já passaram por outros conflitos. Por mais que hoje, a Ucrânia seja independente, sua relação com a Rússia não é totalmente resolvida.