Papa Francisco quer se encontrar com Putin, mas Kremlin não responde

O pontífice chegou a enviar uma mensagem para Moscou, por meio de um diplomata do Vaticano, numa tentativa de marcar o encontro quando o conflito ainda completava 20 dias.

Papa Francisco quer se encontrar com Putin, mas Kremlin não responde
Papa Francisco disse que gostaria de ir a Moscou antes de Kiev (Crédito: Gabriel Kuchta/Getty Images)

O papa Francisco solicitou um encontro com o presidente Vladimir Putin, mas não obteve resposta do Kremlin. O papa declarou em entrevista ao jornal italiano Corriere Della Sera que deseja se encontrar com o presidente russo desde o início do conflito, mas ainda não chegou a um acordo com o Kremlin.

Publicidade

O pontífice chegou a enviar uma mensagem para Moscou, por meio de um diplomata do Vaticano, numa tentativa de marcar o encontro quando o conflito ainda completava 20 dias. Mas não teve resposta oficial:

“Eu estava disposto a ir até Moscou. Certamente era necessário que o líder do Kremlin permitisse uma abertura. Ainda não recebemos uma resposta e continuamos insistindo.”

Ainda na mesma entrevista, o papa Francisco disse que o líder da Igreja Ortodoxa Russa, o patriarca Kirill, não pode ser “um coroinha de Putin”.

Enquanto isso, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov afirmou nesta quarta-feira (4) que ainda não conseguiram chegar a um acordo para que o encontro aconteça. A informação é da agência de notícias russa Tass.

Publicidade

A Igreja Ortodoxa Russa também comentou a entrevista e as falas do papa:

“O papa Francisco escolheu o tom errado para transmitir o conteúdo dessa conversa (…) Tais declarações não devem contribuir para o estabelecimento de um diálogo construtivo entres as Igrejas Católica Romana e Ortodoxa Russa, que é especialmente necessária no momento.”

Publicidade