Fale conosco

O que vc está procurando?

Brasil

Paulo Gustavo morre, aos 42 anos, em decorrência da covid-19

Ator e humorista faleceu nesta terça-feira (4) em decorrência de complicações da covid-19

Paulo Gustavo
Paulo Gustavo (João Cotta/Globo)

Internado desde 13 de março, no Rio de Janeiro, com quadro de COVID-19, Paulo Gustavo faleceu nesta terça-feira (4). O ator e humorista estava internado no Serviço de Terapia Intensiva e nas últimas 24 horas surgiram complicações graves.

Depois de alguma melhora, Paulo Gustavo subitamente piorou no dia de ontem (3).

O último boletim médico emitido pela assessoria de imprensa informou que, às 21:12h desta terça-feira, Paulo Gustavo Monteiro faleceu, vítima da COVID-19 e suas complicações.

“Em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento. A equipe profissional que participou de seu tratamento está profundamente consternada e solidária ao sofrimento de todos”, disse a nota.

Paulo deixa mãe, Déa Lúcia Vieira Amaral, irmã, Ju Amaral, esposo, Thales Bretas, e dois filhos, Gael e Romeu, de apenas 1 ano e meio.

Carreira

Conhecido em todo Brasil, Paulo Gustavo começou no teatro, mas ganhou visibilidade em 2004, quando esteve no elenco da peça “Surto”, onde já deu vida à personagem Dona Hermínia – inspirada em sua mãe. O sucesso foi tanto que, em 2013, estreou a peça “Minha Mãe é uma Peça”, com a personagem protagonista – a produção ganhou uma adaptação para o cinema em 2013 e duas continuações em 2016 e 2019.

Na TV, fez o público rir com os programas “220 Volts”, “Vai que Cola”, “Paulo Gustavo na Estrada” e “A Vila”. Já no cinema, além de protagonizar “Minha Mãe é uma Peça”, ainda integrou o elenco de “Divã”, “Os Homens São de Marte… e É pra lá que Eu Vou”, “Vai que Cola – O Filme”, “Fala Sério, Mãe!”, “Minha Vida em Marte”, entre outros.

Vida pessoal

Em recente entrevista ao programa “Simples Assim”, apresentado por Angélica, Paulo Gustavo falou sobre as relações familiares. Na ocasião, ele se declarou ao marido e herdeiros:

“Era tudo o que eu queria na minha vida. Eu sempre quis ter filhos, mas o Thales é mais novo que eu. Quando a gente se conheceu, ele estava se formando no mestrado. E ele me falou que precisava amadurecer um pouco e acabar os estudos. Mas eu sempre quis. Então, quando ele se decidiu e embarcamos nessa, eu fiquei muito emocionado. Realmente, esse é o momento mais feliz da minha vida!”, comentou na época.

*Este texto foi publicado, originalmente, no site de Atrevida, da Editora Perfil.