Fale conosco

O que vc está procurando?

Entretenimento

Você sabe que carro Homer Simpson dirige?

Vários fãs da família amarela passaram anos para descobrir qual era o modelo que estava por trás do conhecido veículo rosa. Descubra a verdade!

Qual o carro que o Homer Simpson dirige?
Qual o carro que o Homer Simpson dirige? (Foto: Divulgação Fox)

Os fãs da série “Os Simpsons” tentam desvendar o modelo do carro que Homer, o homem da família, dirige há décadas. Aquela unidade rosa com um amassado em uma das laterais não tinha detalhes de design para lançar luz sobre o mistério. Mas em um dos capítulos da 26ª temporada da série, transmitida pela rede Fox (agora Star Channel), a verdade foi revelada: é um Plymouth Junkerolla 1986.

No episódio, intitulado “Pork and Burns”, afirma-se que este é o ano, fabricante e modelo do carro de Homer, fato que o engraçado personagem não contradiz.
Já nos capítulos anteriores, o assunto havia sido mencionado. Em um deles, foi sugerido que a origem do veículo era a Croácia (e que era feito com “restos de tanques soviéticos”).

Enquanto isso, alguns fãs falavam de um Plymouth Valiant do início dos anos 70, embora só se pareça com este modelo por causa das asas traseiras e faróis mais ou menos arredondados.

O fato é que uma piada deu a informação exata. E embora o modelo “Junkerolla” realmente não exista, pode ser uma referência aos veículos da segunda metade dos anos 80, quando a série começou a ser veiculada. Procurando, ele chegou ao Plymouth Reliant, fabricado pela Chrysler na época e pertencente ao que era chamado de “série K”. Uma de suas características mais marcantes era a carroceria superresistente, embora no geral fosse um veículo “normal”.

Indo um pouco mais longe, ele poderia ser associado a uma edição limitada e barata do Chrysler Sedan K. de quatro portas. Nesse modelo, o painel frontal foi substituído por outro mais barato de produzir com lâmpadas redondas, e optou-se por uma grade plástica com barras horizontais mais fáceis de instalar. O carro perfeito para Homer.

Esta variante, o “verdadeiro Junkerolla”, foi provavelmente usada pela Chrysler para descartar peças antigas, como os para-choques cromados do Valiant ou os restos de spoilers e lanternas traseiras que sobraram do Valiant 1971.

*Texto publicado originalmente no site Parabrisas, da Editora Perfil Argentina.