Cantor critica

MBL faz paródia sobre cassação de Arthur do Val com música de Zezé Di Camargo

Peça publicitária buscava promover a candidatura do atual coordenador nacional do MBL para deputado estadual.

MBL faz paródia sobre cassação de Arthur do Val com música de Zezé Di Camargo e cantor critica
Letra da música tenta passar a mensagem de que Renato Battista é ‘sucessor’ de Arthur do Val na política. (Créditos/Alesp)

O cantor sertanejo Zezé di Camargo, da dupla com Luciano, se irritou com o Movimento Brasil Livre (MBL) por conta de um uso não autorizado de sua música “No dia em que eu saí de casa” em uma paródia usada como jingle que retrata a cassação de do ex-deputado Arthur do Val.

Publicidade

A paródia foi usada pela campanha do candidato Renato Battista, coordenador nacional do MBL que está sendo lançado pelo União Brasil, à deputado estadual. O refrão da música foi modificado para colocar Battista como um sucessor do Arthur do Val. “No dia em que vazaram os áudios, o Arthur me disse ‘Renato, vem cá. Cortarão minha cabeça, mas conto contigo para me vingar“, diz a letra.

Do Val foi cassado em maio deste ano por quebra de decoro parlamentar após a divulgação de áudios do ex-deputado em que ele comenta seu desejo pelas mulheres ucranianas durante sua visita ao país em guerra, o comentário foi feito enquanto elas estavam em situação de refugiadas. “Assim que essa guerra passar, eu vou voltar pra cá. Detalhe: elas olham. E são fáceis, porque elas são pobres“, disse o político na época.

Em entrevista ao UOL, Zezé Di Camargo criticou a ação do MBL e a associação de sua música com Arthur do Val. O músico disse ao site de notícias que não deu autorização a ninguém para usar suas músicas com fim político

Publicidade