apuração

Rio Grande do Sul terá segundo turno para governador

Onyx Lorenzoni é um dos candidatos a ir para a disputa.

rio-grande-do-sul-tera-segundo-turno-para-governador
(Crédito: GettyImages)

O candidato Onyx Lorenzoni (PL) vai disputar o segundo turno das eleições para governador do Rio Grande do Sul. Com 87% das urnas apuradas, Lorenzoni obteve, até o momento, 37% dos votos válidos.

Publicidade

Ainda não há definição sobre o candidato que estará na disputa. Eduardo Leite (PSDB) está com 26,93% e Edgar Pretto (PT), com 26,54%.

Gaúcho de Porto Alegre, Onyx Lorenzoni, 67 anos, é médico veterinário, foi duas vezes deputado estadual no Rio Grande do Sul e está no quinto mandato como deputado federal. Foi ministro da Casa Civil e do Trabalho e Previdência Social. Concorre a governador pela chapa Republicanos/ Patriota/ Pros/ PL. A vice na chapa é a professora Cláudia Jardim, 40 anos, do mesmo partido.

Eduardo Leite é bacharel em direito pela Universidade Federal de Pelotas, o tucano de 37 anos estudou também gestão pública na Universidade de Columbia, nos EUA, e fez mestrado em gestão e políticas públicas na Fundação Getulio Vargas (FGV), em São Paulo. Foi presidente da Câmara dos Vereadores e prefeito de Pelotas (RS). Em 2018, foi eleito governador do Rio Grande do Sul com 33 anos de idade. O vice na chapa, Gabriel Souza (MDB), 38 anos, foi eleito deputado estadual em 2014 e 2018.

João Edegar Pretto, 51 anos, formado em gestão pública, foi presidente da Assembleia do Rio Grande do Sul e três vezes deputado estadual no estado. É natural de Miraguaí (RS). O vice na chapa é o vereador de Porto Alegre Pedro ruas, do Psol.

Publicidade