ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2024

Eleições em São Paulo: Boulos e Nunes têm empate técnico, segundo Datafolha

A pesquisa espontânea, que é quando o eleitor não vê a lista de candidatos, apresenta Guilherme Boulos como líder

A pesquisa espontânea, que é quando o eleitor não vê a lista de candidatos, apresenta Guilherme Boulos como líder.
Pesquisa abordou diversos cenários – Créditos: Sérgio Lima/Poder 360 e Wilson Dias/Agência Brasil

De acordo com a pesquisa do Datafolha, feita entre segunda (27) e terça-feira (28), os dois principais candidatos à prefeitura de São Paulo terão empate técnico em dois cenários. No primeiro cenário, o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP) tem 24% das intenções de voto, enquanto o atual prefeito Ricardo Nunes (MDB), 23%.

Publicidade

Em um segundo cenário, que não conta com o apresentador José Luiz Datena (PSDB) e o deputado federal Kim Kataguiri (União Brasil-SP), a posição é invertida: Nunes fica com 26% e Boulos com 24%. A pesquisa foi feita com 1.092 eleitores da cidade e tem margem de erro de três pontos, para mais e para menos.

O levantamento divulgado agora é mais completa que o de março, no qual não havia o nome de Datena, do coach Pablo Marçal (PRTB) e de outros candidatos menores. Por isso, não é possível comparar uma pesquisa com a outra, por mais que as duas tenham apresentado um empate entre os dois líderes da corrida eleitoral.

Cenário eleitoral com Datena e Kim

No cenário eleitoral que Datena e Kim participem da corrida eleitoral, há um grande empate em terceira colocação. Ali, estão o apresentador recém filiado ao PSDB, com 8%, a deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP), 8%, e Pablo Marçal, 7%. Logo abaixo, em um patamar numérico menor, Marina Helena (Novo) e Kim também ficam empatados, ambos com 4%.

No final do ranking, estão João Pimenta (PCO), Fantauzzi (DC), Ricardo Senese (UP) e Altino (PSTU), todos com 1% das intenções de voto. 13% dos eleitores declararam seu voto nulo ou em branco, e 5% não opinaram.

Publicidade

Cenário sem Datena e Kim

A pesquisa também levou em conta um cenário sem a participação de Datena e Kim. Isso porque o primeiro tem um histórico de desistência nas últimas eleições, e o segundo encontra dificuldade para obter a legenda do união Brasil, já que Milton Leite, presidente da Câmara Municipal da capital paulista e grande aliado de Nunes, tem influência enorme dentro do partido.

Neste cenário, além de os principais candidatos terem inversão numérica, há um empate no segundo lugar, com Tabata e Marçal tendo 9%. Maria Helena aparece com 6%, Pimenta tem 3% e todos outros menos de 1%. Votos brancos e nulos ficam na margem dos 15% e os que não opinaram em 6%.

Sem Datena e Kim na corrida, os votos são redistribuídos, sendo Nunes o mais beneficiado: trazendo 26% dos votos do apresentador e 24% do deputado. Já Marçal fica em segundo lugar, herdando 27% dos votos de Kataguiri.

Publicidade

Pesquisa espontânea mostra Boulos na liderança

Além disso, na pesquisa espontânea, que é quando o eleitor não vê a lista de candidatos, o cenário é parecido com o apresentado em março. Boulos tem 13%, Nunes apresenta 9%, enquanto Datena, Tabata e Marçal têm 1%.

Os votos nulos e em branco reuniram 4%, e 61% dos eleitores não souberam responder. 3% das pessoas, ainda, responderam que votariam “No Atual”, sem citar o nome do prefeito Ricardo Nunes. O fato dos paulistanos não conhecerem o prefeito da própria cidade já foi alvo de comentário nas redes sociais, com muitos dizendo que Nunes não haveria cumprido seu papel como regente da cidade. Inclusive, em julho do ano passado, a pré-candidata Tabata Amaral foi às ruas e fez um vídeo de tom crítico, tocando neste assunto. Veja:

Publicidade

*texto sob supervisão de Tomaz Belluomini

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber grátis o Menu Executivo Perfil Brasil, com todo conteúdo, análises e a cobertura mais completa.

Grátis em sua caixa de entrada. Pode cancelar quando quiser.