Conselho de Ética da Alesp recebe pedido de cassação de Arthur do Val

Deputados protocolaram neste domingo (6) a solicitação da perda do mandato do parlamentar

conselho-de-etica-da-alesp-recebe-pedido-de-cassacao-de-arthur-do-val-nesta-segunda
Arthur do Val (Créditos: Reprodução/ Redes Sociais)

O pedido de cassação de Arthur do Val será recebido nesta segunda-feira, 07, pelo Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo. Deputados protocolaram no domingo a solicitação da perda do mandato do parlamentar.

Publicidade

Arthur do Val, também conhecido como “Mamãe Falei”, será investigado por declarações sexistas em relação a mulheres ucranianas. De acordo com o portal G1, a representação deve tramitar no Conselho por até 30 dias.

Áudios com faltas machistas e ofensivas gravados pelo deputado circulam nas redes sociais desde a última sexta-feira (4). Em parte dos áudios, Arthur declara que as mulheres ucranianas são “fáceis, porque são pobres”.

Após a abertura no processo na Alesp, o deputado terá o prazo de cinco sessões do plenário, o que equivale a cinco dias, para apresentar sua primeira defesa. No domingo (6), 15 deputados assinaram um documento a favor de que a pena aplicada seja a perda do mandato do parlamentar, que representam 15% dos 94 deputados da Alesp. Arthur do Val confirmou a autoria dos áudios.

O deputado se desculpou pelo ocorrido e abandonou sua pré-candidatura ao governo do estado de São Paulo neste sábado (5).  “São fáceis, porque elas são pobres. E aqui minha carta do Instagram, cheia de inscritos, funciona demais. Não peguei ninguém, mas eu colei em duas ‘minas’, em dois grupos de ‘mina’. É inacreditável a facilidade. Essas ‘minas’ em São Paulo você dá bom dia e ela ia cuspir na sua cara e aqui são super simpáticas”, diz Arthur no áudio vazado.

Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro comentou que “[A declaração] é tão asquerosa que nem merece… É tão asquerosa que nem merece comentário”.

Publicidade