sistema eleitoral

Embaixada dos EUA diz que eleições no Brasil são ‘modelo’ para o mundo

Nesta segunda-feira (18), o presidente fez uma apresentação para cerca de 40 embaixadores, em Brasília, em que ele atacou, sem provas, as urnas eletrônicas.

embaixada-dos-eua-diz-que-eleicoes-no-brasil-sao-modelo-para-o-mundo
Urna eletrônica (Créditos: Divulgação/ TSE)

Após o presidente Jair Bolsonaro atacar o sistema eleitoral brasileiro, a Embaixada dos Estados Unidos em Brasília divulgou um comunicado em que afirma que as eleições no Brasil são “modelo” para o mundo.

Publicidade

Nesta segunda-feira (18), o presidente fez uma apresentação para cerca de 40 embaixadores, em Brasília, em que ele atacou, sem provas, as urnas eletrônicas e o sistema eleitoral brasileiro. Os órgãos oficiais desmentiram todos os apontamentos de Bolsonaro.

“As eleições brasileiras, conduzidas e testadas ao longo do tempo pelo sistema eleitoral e instituições democráticas, servem como modelo para as nações do hemisfério e do mundo”, diz o comunicado enviado pela assessoria da embaixada americana. O órgão afirma que está  “confiante de que as eleições brasileiras de 2022 vão refletir a vontade do eleitorado” e que “à medida que os brasileiros confiam em seu sistema eleitoral, o Brasil mostrará ao mundo, mais uma vez, a força duradoura de sua democracia”.

A embaixada também disse que o Brasil em “um forte histórico de eleições livres e justas, com transparência e altos níveis de participação dos eleitores”. Após a declaração de Bolsonaro, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin, afirmou que o debate político atual “tem sido achatado por narrativas nocivas que tensionam o espaço social”.

 

Publicidade