Ex-governador Geraldo Alckmin se filia ao PSB

Alckmin pode ser candidato a vice na chapa encabeçada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de outubro deste ano

Ex-governador Geraldo Alckmin se filia ao PSB
O lançamento da chapa deve acontecer em abril, mas sem data definida (Créditos: Reprodução/ Redes Sociais – @geraldoalckmin)

O ex-governador Geraldo Alckmin (SP) se filiou, nesta quarta-feira (23), ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), na sede da Fundação João Mangabeira, em Brasília. Alckmin pode ser candidato a vice na chapa encabeçada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de outubro deste ano. O lançamento da chapa deve acontecer em abril, mas sem data definida.

Publicidade

Sua filiação contou com a presença do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, do presidente da Fundação João Mangabeira, Márcio França (SP), e dos governadores Flávio Dino (Maranhão), Paulo Câmara (Pernambuco), Renato Casagrande (Espírito Santo) e João Azevedo (Paraíba).

Carlos Siqueira disse que, a filiação não irá representar uma disputa presidencial “entre esquerda e direita, mas sim entre democracia e arbítrio”. “Se trata de uma disputa entre civilização e barbárie, entre manter o país em condições inaceitáveis no âmbito político, econômico e social ou tirar o país da viela da história”, disse o dirigente. “Para isso as forças progressistas terão e estão tendo a largueza e compreensão de estar a altura do momento político do país”, acrescentou.

Outras filiações

No evento tiveram outras filiações além de Alckmin. Dário Berger (SC) senador e o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, também se filiaram à legenda visando as disputas aos governos estaduais. Berger deve disputar o governo de Santa Catarina e Brandão, o do Maranhão. Augusto de Arruda Botelho, do grupo Prerrogativas, também se filiou e deve disputar uma vaga na Câmara dos Deputados.

Publicidade