Desaparecidos no Amazonas

Homem é preso suspeito de envolvimento no sumiço de Dom Philips e Bruno Pereira

A polícia civil afirmou, em nota, que o suspeito foi preso por munição de uso restrito e permitido.

Homem é preso por suposto envolvimento no sumiço de Bruno e Dom
Principal suspeito no desaparecimento dos profissionais (Crédito: Reprodução/ TV Globo)

Um homem foi preso pela polícia militar, no Amazonas, por suspeita de envolvimento no sumiço do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Philips. A informação foi divulgada no jornal “O Globo” e no “Bom Dia Brasil” na manhã desta quarta-feira (08). 

Publicidade

De acordo com o g1, o homem é conhecido como Amarildo da Costa de Oliveira, e já tem um histórico de ameaças contra indígenas. A polícia civil afirmou, em nota, que o suspeito foi preso por munição de uso restrito e permitido. Segundo as primeiras informações na coluna da jornalista Miriam Leitão, Amarildo teria intimidado a equipe que realizava as buscas dos dois desaparecidos, o que não foi confirmado pela polícia.

O que se sabe até agora?

Bruno Pereira e Dom Philips estavam viajando a trabalho antes do sumiço. Os profissionais foram vistos pela última vez na comunidade São Rafael por volta das 6h de domingo (05). Eles saíram de lá com destino a Atalaia do Norte, porém não chegaram ao local.

As informações publicadas pelo G1 afirmam que eles viajavam com uma nova embarcação, de 40 cavalos e 70 litros de gasolina, o que era suficiente para a viagem. 

A Univaja iniciou as buscas ainda no domingo, porém não obtiveram respostas. Na segunda-feira (06), a organização indígena acionou as autoridades e divulgou uma nota à imprensa. No entanto, até agora não há notícias dos desaparecidos. 

Publicidade