Votação

PEC dos Benefícios deve ser votada na Câmara nesta terça-feira (12)

Para que seja aprovado pelo plenário, o texto precisa da aprovação de pelo menos três quintos dos parlamentares, sendo 308 dos 513 deputados.

pec-dos-beneficios-deve-ser-votada-na-camara-nesta-terca-feira-12
Câmara dos Deputados (Créditos: Pablo Valadares/ Câmara dos Deputados)

A votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Benefícios deve ser voatada na Câmara dos Deputados nesta terça-feira (12), às 13h55. A sessão acontecerá após o presidente da Câmara, Arthur Lira, adiar a votação na última semana.

Publicidade

O texto foi aprovado pela comissão especial da Casa. A PEC estabelece subsídios à população, com a criação de um auxílio de R$ 1 mil a caminhoneiros e um auxílio para taxistas. Além disso, prevê a ampliação do Auxílio Brasil para, ao menos, R$ 600 mensais, e o aumento do vale-gás para cerca de R$ 120 a cada dois meses.

Para que seja aprovado pelo plenário, o texto precisa da aprovação de pelo menos três quintos dos parlamentares, sendo 308 dos 513 deputados, em dois turnos de votação. O relator da PEC, Christino Áuro (PP-RJ), disse que está certo de que a proposta será aprovada nos dois turnos no planário da Casa.

“Tenho uma visão muito clara que na terça vamos conseguir”, disse Áureo, após o adiamento da sessão por Lira. “Não considero que seja uma vitória da oposição esse adiamento de uma PEC que traz um conjunto de benefícios. Embora a oposição tenha divergências sobre prazos, entendo que são favoráveis ao mérito da proposta e votarão a favor na próxima terça”, acrescentou.

Publicidade