PF e CGU apuram fraude na compra de livros didáticos no Ceará

As investigações tiveram início em junho de 2020. A apuração identificou não somente pagamento de propina como também superfaturamento dos bens licitados e lavagem de dinheiro

O pagamento de propina a servidores públicos, fruto de fraude de licitação para aquisição de livros didáticos em Beberibe (CE), entre os anos de 2019 e 2020 é o alvo da Operação Livro Oculto, Polícia Federal nesta sexta-feira (11).

Publicidade

Na ação, feita em conjunto com a Controladoria Geral da União ( CGU), 10 servidores do órgão e cerca de 70 policiais federais, cumprem 16 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 15ª Vara da Justiça Federal. Além da capital Fortaleza, as buscas se concentram em domicílios nos municípios cearenses de Caucaia, Maracanaú, Pindoretama, Iguatu e Jucás.

Histórico

As investigações tiveram início em junho de 2020. A apuração identificou não somente pagamento de propina como também superfaturamento dos bens licitados e lavagem de dinheiro.

Crimes

Os mesmos investigados também já atuaram em outros processos licitatórios no estado e foram indiciados em outros inquéritos policiais por crimes similares. Segundo a PF, eles poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de lavagem de dinheiro, fraudes em licitações, associação criminosa e por corrupção ativa e passiva.

(Agência Brasil)

Publicidade