AMEAÇA DE MASSACRE

Polícia investiga ameaça de massacre encontrada em banheiro do colégio Mackenzie

O próprio colégio acionou a polícia após encontrar a mensagem pintada na porta de um dos banheiros da instituição.

A mensagem foi encontrada no banheiro do nono ano da escola e contém tom nazista (Reprodução/UBES via Twitter)

O colégio Mackenzie relatou o ocorrido a polícia na última sexta-feira (5) após encontrar uma ameaça de massacre junto com uma suástica nazista. As palavras diziam “Na próxima semana o massacre acontecerá, estejam avisados.”

Publicidade

Os coordenadores do colégio entraram em contato com a polícia para denunciar o ocorrido e pedir uma investigação. A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou à Folha que ainda não há boletim de ocorrência registrado, mas que Polícia Civil de Barueri está investigando o caso.

A ameaça também foi denunciada pela União Brasileira de Estudantes Secundaristas, que informou que o caso ocorreu no banheiro do 9º ano do colégio.

O Instituto Presbiteriano Mackenzie recebeu, com profunda indignação e surpresa, ameaças com pichação na porta de um dos banheiros no Colégio Presbiteriano Mackenzie Tamboré, em Alphaville“, afirmou a instituição.

Publicidade

Confira a nota oficial do Mackenzie:

O Instituto Presbiteriano Mackenzie recebeu, com profunda indignação e surpresa, ameaças com pichação na porta de um dos banheiros no Colégio Presbiteriano Mackenzie Tamboré, em Alphaville.

Temos uma história com mais de 150 anos, pautada pelo respeito e por serviços prestados à sociedade brasileira, especialmente com a formação de milhares de profissionais.Por isso, não aceitamos esse tipo de violência. Reforçamos a segurança interna e já acionamos a polícia para investigar os autores.

Publicidade