Eleições 2022

TSE assina acordo de paz com lideranças religiosas para as eleições

O acordo visa desenvolver ações conjuntas para incentivar o diálogo saudável e o livre trânsito de ideias.

TSE assina acordo de paz com lideranças religiosas para as eleições
A lisura do processo eleitoral é um dos assuntos mais debatidos a respeito das eleições (Crédito: Marcos Oliveira/Agência Senado)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) assinou, nesta segunda-feira (6), um acordo com lideranças religiosas para que as eleições de outubro de 2022 ocorram pacificamente. O acordo visa desenvolver ações conjuntas para incentivar o diálogo saudável e o livre trânsito de ideias.

Publicidade

O acordo foi firmado durante um evento na sede do TSE em Brasília, e reuniu lideranças de diversas religiões incluindo as de matriz africana, a católica, evangélica, budista, judaica, adventistas e espíritas.

Dentro dos termos acordados entre TSE e lideranças religiosas, estão presentes uma série de ações de conscientização sobre a tolerância política, legitimação do pensamento divergente, além da exclusão de discursos violentos, tanto em pregações, sermões e homilias, quanto em declarações públicas ou postagens nas redes.

Durante seu discurso no evento, o presidente do TSE, ministro Edson Fachin, ressaltou a importância da tolerância e do combate às desinformações no Brasil:

“É cediço que a Justiça Eleitoral, na condição de instituição responsável pelo processamento pacífico das diferenças políticas, defronta, presentemente, dificuldades inusuais, como decorrência da crescente intolerância, do progressivo esgarçamento de laços e, sobretudo, do evidente processo de degradação de valores decorrente da expansão irrefreada do fenômeno da desinformação.”

Publicidade

Publicidade