China diz estar pronta para ajudar no cessar-fogo, segundo Ucrânia

As medidas seriam negociações diplomáticas para encerrar a guerra iniciada pela Rússia contra a Ucrânia

china-diz-estar-pronta-para-ajudar-no-cessar-fogo
Bandeiras da China (Créditos: Feng Li/Getty Images)

Dmytro Kuleba disse nesta quarta-feira (1) que os chineses estão “prontos para buscar uma solução pacífica”, com o cessar-fogo. As medidas seriam negociações diplomáticas para encerrar a guerra iniciada pela Rússia contra a Ucrânia.

Publicidade

De acordo com o portal CNN, o chinês Wang Yi teve um telefonema com Kuleba, em que afirmou respeitar a soberania e a integridade territorial de ambos os países. Mas, solicitou que Rússia e Ucrânia resolvessem o conflito por meio de negociações, com cessar-fogo.

Dmytro Kuleba disse que “apelou ao ministro das Relações Exteriores chinês para tirar vantagem de sua influência sobre Putin, de suas relações com a Rússia, para instar Putin a parar esta guerra imediatamente”, em entrevista a CNN.

Entenda o conflito

Nesta quinta-feira (24), Vladimir Putin deu início ao conflito contra a Ucrânia ao bombardear regiões do país. A invasão contou com domínios por terra, mar e ar, após autorização do presidente russo.

Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia faça parte da OTAN, uma aliança criada pelos Estados Unidos. O presidente não deseja que uma base inimiga seja estabelecida próxima a seu território, uma vez que a Ucrânia faz fronteira com a Rússia. Esse foi um dos estopins para que Putin iniciasse os ataques.

Publicidade

“Quem tentar inferir, ou ainda mais, criar ameaças para o nosso país e nosso povo, deve saber que a resposta da Rússia será imediata e levará a consequências como nunca antes experimentado na História”, afirmou Putin

Publicidade