Mercado Internacional

FMI divulga relatório e expectativa de crescimento do Brasil sobe

Ao contrário do que para a maioria dos países, houve uma melhora na projeção para o Brasil desde o início do ano.

FMI divulga relatório e expectativa de crescimento do Brasil sobe
Ministro da Economia, Paulo Guedes (Crédito: Andressa Anholete/Getty Images)

O Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou nesta terça-feira (19) seu relatório anual, que recebe o nome de Panorama da Economia Mundial, em que o Brasil tem uma expectativa de crescimento, segundo o fundo, maior do que antes da eclosão do conflito entre Rússia e Ucrânia, o qual afeta fortemente a economia mundial.

Publicidade

Conforme novo anúncio do FMI, o Brasil apresenta uma nova expectativa de crescimento de 0,8% no ano, frente ao antigo estimado de 0,3%. Já o Ministério da Economia, dirigido por Paulo Guedes, é mais otimista, e projeta um crescimento de 1,5% em 2022.

Mas vamos com calma, no mesmo relatório do FMI existe uma previsão de que o ano de 2023 no Brasil não será fácil devido à inflação no país. Nos cálculos do fundo, o Brasil pode crescer por volta de 1,4% em 2023, zero dois ponto percentual abaixo da antiga projeção de 1,6%.

A pandemia de Covid-19 tem relação com estes números, especialmente após novos surtos e mortos pelo mundo, porém, segundo o FMI, o peso do conflito entre Rússia e Ucrânia é enorme: “Espera-se que a atual guerra na Ucrânia e as sanções sobre a Rússia reduzam o crescimento global em 2022 por meio de diferentes impactos diretos”.

Publicidade

E o FMI completa: “A guerra na Ucrânia amplificará as forças econômicas que já estavam moldando a recuperação mundial da pandemia. A guerra aumentou ainda mais os preços das commodities e intensificou a interrupção de fornecimento, elevando a inflação”.

 

 

Publicidade