ENSINO REVIGORADO

Lula: com qualidade, escola pública atrairá estudantes de classe média

O presidente mencionou a importância de investimentos em infraestrutura, capacitação de professores e inovação pedagógica como pilares para a transformação das escolas públicas

Lula: com qualidade, escola pública atrairá estudantes de classe média
Lula reforçou que o compromisso com a educação pública é uma forma de garantir um futuro melhor para as próximas gerações – Crédito: Tony Winston/Agência Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que a melhoria da qualidade das escolas públicas é fundamental para atrair estudantes da classe média de volta ao sistema público de ensino.

Publicidade

Durante evento em Brasília, Lula destacou que investir na educação pública é essencial para reduzir desigualdades sociais e promover um ensino de qualidade para todos.

Lula enfatizou que muitas famílias da classe média optam por escolas particulares devido à percepção de que oferecem uma educação superior.

Ele argumentou que, ao fortalecer a rede pública de ensino, o governo pode mudar essa visão, proporcionando uma educação de qualidade que atenda a todos os segmentos da sociedade.

Lula ressalta importância de ações voltadas à educação brasileira

O presidente mencionou a importância de investimentos em infraestrutura, capacitação de professores e inovação pedagógica como pilares para a transformação das escolas públicas.

Publicidade

Ele acredita que essas ações contribuirão para que as escolas públicas ofereçam um ensino equivalente ou superior ao das particulares, beneficiando diretamente milhões de estudantes.

Segundo a Agência Brasil, o presidente disse que o compromisso com essas metas não é algo muito glorioso. “Por que 80% e não 100%? Vamos ser francos. Não tem nenhum motivo de orgulho constatar que em 2019 você só tinha 55% de crianças alfabetizadas na idade certa. E que, com a pandemia, esse número caiu para 36%. E que, agora, a gente voltou para 56%. Ou seja, em 2024 voltamos para 2019. Não deixa de ser um feito extraordinário, mas pode ser melhor. Por isso estamos propondo que, até 2030, a gente chegue a pelo menos a 80%”, disse.

“É, claro, uma coisa nobre, mas também uma coisa pequena, porque nós precisamos chegar a 100%. Não tem sentido a gente explicar para qualquer ser humano do planeta Terra que nesse país as crianças não aprendem a alfabetizar quando estão na escola”, acrescentou.

Publicidade

Lula ressaltou que as escolas públicas tinham “qualidade extraordinária” quando eram para poucos. “Se você pegar os grandes quadros intelectuais desse país, todos são oriundos das escolas públicas. Mas quando você universalizou o ensino e colocou [nele] todo mundo, uma parte da sociedade acabou saindo da escola pública, porque ela não tinha a qualidade exigida, e foi para escola particular. Ficou então a parte mais pobre da população com a escola pública”, explicou o presidente.

Ele finalizou seu discurso ressaltando que a educação de qualidade é um direito de todos e que o governo federal está empenhado em fazer os investimentos necessários para alcançar esse objetivo.

* Matéria publicada com informações da Agência Brasil.

Publicidade

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber grátis o Menu Executivo Perfil Brasil, com todo conteúdo, análises e a cobertura mais completa.

Grátis em sua caixa de entrada. Pode cancelar quando quiser.