Bruno Fernandes garante vaga de Portugal no Mundial do Catar

Fernandes abriu o placar aos 30 minutos do primeiro tempo, após interceptar um passe de seu melhor amigo, o capitão da Macedônia do Norte Stefan Ristovski. Ele tabelou com Cristiano Ronaldo antes de superar o goleiro

bruno-fernandes-garante-vaga-de-portugal-no-mundial-do-catar

Bruno Fernandes marcou os dois gols da seleção de Portugal na vitória por 2 a 0 sobre os visitantes da Macedônia do Norte, classificando a equipe para a Copa do Mundo no Catar, após uma partida tensa pela repescagem europeia nesta terça-feira (29).

Publicidade

Empurrado por 50 mil torcedores no Estádio do Dragão, no Porto, Portugal dominou o jogo desde o início, mas sofreu para quebrar a forte defesa da Macedônia do Norte, conseguindo apenas três finalizações no gol apesar de ter quase 70% de posse de bola.

Fernandes abriu o placar aos 30 minutos do primeiro tempo, após interceptar um passe de seu melhor amigo, o capitão da Macedônia do Norte Stefan Ristovski. Ele tabelou com Cristiano Ronaldo antes de superar o goleiro.

O meia de 27 anos selou a vitória de Portugal aos 20 da segunda etapa, com um arremate à queima-roupa após cruzamento de Diogo Jota.

A equipe de Fernando Santos, então, deixou o tempo passar, festejando ao apito final com seus torcedores que permaneceram nas arquibancadas por mais de 15 minutos após a partida, cantando enquanto os jogadores davam uma volta no campo segurando uma enorme bandeira de Portugal.

Publicidade

Portugal, que venceu a Eurocopa de 2016 na França, se classificou para a sexta Copa do Mundo consecutiva e não ficou fora de uma grande competição internacional nos últimos 20 anos.

A seleção portuguesa foi para a repescagem por ter ficado em segundo lugar no Grupo A, após perder seu último jogo em casa para a Sérvia por 2 a 1 em novembro passado.

Classificação da Polônia

Robert Lewandowski e Piotr Zielinski marcaram gols no segundo tempo e garantiram a vaga da Polônia na Copa do Mundo do Catar com uma vitória de 2 a 0 sobre a Suécia em um jogo eletrizante nesta terça.

Publicidade

Os poloneses tiveram dificuldades para conter uma seleção sueca jovem cheia de vigor ofensivo, mas no final capitalizaram os erros dos visitantes graças à experiência de Lewandowski e de seus companheiros de equipe.

* É proibida a reprodução deste conteúdo.

(Agência Brasil)

Publicidade