Caixa contrata consultoria para readequar dívida da arena do Corinthians

A Caixa cobra da Arena Itaquera, estádio hoje nomeado de Neo Química Arena, ao menos R$ 536 milhões

caixa-contrata-consultoria-para-readequar-divida-da-arena-do-corinthians
Neo Química Arena (Créditos: Miguel Schincariol/Getty Images)

A Caixa Econômica Federal contratou uma empresa de consultoria para readequar a dívida da arena do Corinthians, controlada pelo clube e pela construtora Odebrecht. O banco pagará R$ 335 mil à empresa.

Publicidade

A Grant Thornton, instituição contratada, fará a análise econômico-financeira, contábeis trabalhistas, previdenciários e tributários da Arena Itaquera S/A e do Sport Club Corinthians Paulista. A Caixa cobra da Arena Itaquera, estádio hoje nomeado de Neo Química Arena, ao menos R$ 536 milhões.

De acordo com o portal Uol, o juiz Victor Giuzio Neto diz que há o risco de o estádio voltar ao banco e ir a leilão caso não saia o acordo. A consultoria é um passo adiante para a negociação entre o clube e ao banco, mas esta análise ainda pode demorar alguns meses.

Em janeiro, o presidente do clube, Duilio Monteiro Alves, disse que o acerto com a Caixa estava próximo de sair. O banco alega que a Arena Itaquera atrasou parcelas referente ao financiamento de R$ 400 milhões feito com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por intermédio da Caixa, para a construção do estádio, por meio de programas de obras para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

Com a multa, a dívida da arena do Corinthians chegava a R$ 536 milhões, nas contas da Caixa, no início da ação, em 2019. O clube paulista contesta o valor. Nesta quinta-feira (24), o time se classificou para a semifinal do Campeonato Paulista.

Publicidade

Publicidade