Calleri, atacante são-paulino se arrepende após tapa em celular

Atleta do São Paulo manifestou seu arrependimento pelas redes sociais

Calleri, atacante são-paulino se arrepende após tapa em celular
(Créditos: Ricardo Moreira/Getty Images)

O atacante são-paulino Jonathan Calleri se arrependeu após dar um tapa no celular do jovem Felipe Goto, atleta Sub-15 do Palmeiras, que filmava a saída dos jogadores do São Paulo do Allianz Parque. O fato teve grande repercussão na internet, onde o tapa aparece de diversos ângulos, inclusive do celular que foi ao chão.

Publicidade
 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Jonathan Calleri (@jocalleri)

Em suas redes sociais, o atacante são-paulino declarou estar de cabeça quente após a derrota sofrida pelo São Paulo por 4 x 0, que rendeu o título estadual ao Palmeiras, e escreveu:

“Sobre o que aconteceu no estádio ontem, gostaria de enviar o meu sincero pedido de desculpas ao garoto. Foi um momento em que estava de cabeça quente e que não deveria ter acontecido. Me coloco à disposição para reparar o dano causado ao aparelho celular.” 
 

Pela apuração do UOL Esportes, Calleri pretende reparar ou até mesmo efetuar a troca do celular do garoto. A assessoria de Felipe Goto também se manifestou em relação à atitude do atacante são-paulino:  

Publicidade

“Em vídeo circulado nas redes sociais, o nosso atleta Felipe Goto, da categoria Sub-15 do Palmeiras, vê o seu celular sendo arremessado pelo atacante são-paulino no chão, causando danos ao aparelho e indo contra tudo aquilo que o futebol preza”